Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on pocket
Share on whatsapp

5 dicas para fazer o seu filho gostar de estudar

       

          Muitas crianças e adolescentes tendem a enxergar a hora do estudo como algo monótono e chato, e convencê-las a estudar acaba tornando-se um trabalho algumas vezes difícil. Mas como fazer com que eles tenham interesse em estudar e não se distraiam em meio a tantas coisas do mundo moderno? A educação familiar é feita com amor, paciência e coerência, e desenvolve nos filhos autoconfiança e espontaneidade, que favorecem a disposição para aprender.

A seguir, listamos algumas dicas para te ajudar a estimular seu filho na hora dos estudos:

1 – DIÁLOGO 

Com o diálogo você pode entender melhor se há algum problema e quais os motivos que levaram o seu filho a possuir essa resistência com os estudos. Às vezes ele pode possuir dificuldades em uma matéria específica o que o desestimula-lo, ou pode estar passando por algo na escola, por isso é importante sempre manter a conversa. Para conduzir conversas que possam ajudar nos estudos em relação falta de interesse ou notas baixas, as perguntas seguintes podem auxiliar. Primeiramente acolha, acolher não é concordar com as notas baixas ou desinteresse, acolher é não julgar e perguntar:

– Você consegue perceber o que possa ter acontecido? O que você pode fazer para mudar isso?

– Como você pode organizar os seus estudos e não deixar para estudar na véspera?

O diálogo pode ajudar os pais, sobre entenderem formas efetivas de tornar as relações familiares saudáveis, reduzindo as dificuldades de aprendizagem que geram frustações.

2 – INCENTIVO

Incentive seu filho a estudar, troque a palavra “estudar” pela palavra “aprender”, relacione os conteúdos com algo que ele goste. Ensine-o a aprender, se ele gosta de um tema incentive-o a se aprofundar mais nele, estimule a sua criatividade auxiliando a criança a propor algo novo e interessante e o mais importante, se possível, seja presente no momento de estudos e descubra o poder, a força e a importância do tempo e da qualidade do contato com seu filho.

3 – DÊ O EXEMPLO

 Os filhos são espelhos dos pais então, dê o exemplo, estude e sempre que puder leia revistas, jornais e e-books. Mantenha-se informado sobre as atualidades e converse com seu filho sobre os novos conhecimentos sempre adequando o assunto a idade da criança e se atentando à importância da ludicidade para reforçar o ensino.

4 – ROTINA

Proponha criar uma rotina de estudos, essa iniciativa virará uma prática. É importante a estimulação diária, prazerosa e divertida sobre os estudos, podendo esse momento ser transformado em gincanas, jogos, etc. Vale ressaltar que essa criação da rotina não pode ser uma mudança brusca, então por exemplo, na primeira semana estimule a estudar meia hora, na segunda uma hora, aumentando gradativamente conforme os dias vão passando.

5 – BRINCADEIRAS

A brincadeira tem um papel fundamental no desenvolvimento de aptidões físicas e mentais de uma criança, estabelece vínculos sociais, além de auxiliar na construção da ética e moral. É através do brincar que a criança desenvolve, constrói pensamentos e seu próprio jeito de ver o mundo, aprendendo a interagir com a realidade. Pelo fato de que a brincadeira se opõe à impressão “séria” do estudo, utilizar dela como forma de aprendizagem é uma forma de tornar a aula mais prazerosa, além de estimular o raciocínio, a criatividade, a coordenação motora, a imaginação, a memorização e o senso crítico.

Quer saber mais? Aqui na FashionTeen oferecemos o Programa Kids e Teen Coaching que poderá desenvolver várias habilidades socioemocionais no seu filho, como equilíbrio, autoconfiança, empatia, resiliência, desenvolver receptividade ao invés de reatividade e outras habilidades. Tudo isso com a tia Anna Paula Ramalho, Coach Teen e Kids formada pelo Instituto de Crescimento Infantojuvenil.  Clique aqui para saber mais!

Referência metodológica ICIJ 

Instagram
Rolar para cima